Tela Brasil – O portal de formação e informação sobre o universo audiovisual » Blog Archive » Daniel Rezende fala sobre montagem e pós-produção

Daniel Rezende fala sobre montagem e pós-produção

aline.khoury - 07.04.2010

Apesar do aspecto jovem, Daniel Rezende apresenta um currículo invejável e já é considerado pela crítica um dos expoentes da montagem do cinema nacional. Seu trabalho em Cidade de Deus lhe rendeu o BAFTA, prêmio da Academia de cinema da Inglaterra. Narradores de Javé (2003), de Eliane Caffé, veio logo em seguida, e em 2004 Daniel assinou Diários de motocicleta (2004) e Água negra (2005), as duas primeiras produções estrangeiras de Walter Salles.

Trabalhou também no premiado O ano em que meus pais saíram de férias (2006), de Cao Hamburger e nos clássicos Cidade dos Homens, de Paulo Morelli, e Tropa de Elite, de José Padilha. Ensaio sobre a cegueira e Jazz in the diamond district completam o rol de seus trabalhos internacionais.  Seu mais recente trabalho pode ser conferido no longa As melhores coisas do mundo , de Laís Bodanzky.

Na primeira parte desse bate-papo com o portal Tela Brasil, o montador fala sobre as mudanças técnicas do advento digital e o início de seu processo de aprendizagem – que segundo ele se deu meio por osmose, xeretando e quebrando a cabeça.

Nas partes 2 e 3 Daniel se foca na atuação de atores não profissionais e as vantagens e dificuldades que ela traz, relembrando os improvisos de Cidade de Deus. Obstáculos do acabamento e lapidação também são abordados por ele ao apontar a importância da continuidade e sutileza dos cortes.

Já nas últimas partes o papo é guiado pela interferência do montador no produto final e os retoques para aprimorar o entedimento do público, a velocidade e o realismo.

Comentários

  • Helcio

    15/04/2010

    Putz!
    Quatro letras que expressam a satiafaçao em assistir mais uma aula no Telabr. Vivi 59 anos de minha vida sonhando em “desvendar” os segredos do cinema. Prestes a completar 60 encontro um site que, na verdade, e uma “Universidade do Cinema”.
    Parabens e muito obrigado. Valeu a pena. E como valeu.

  • Ricardo Tavares

    20/04/2010

    Parabéns pela entrevista. Daniel Rezende é um cara que além de excelente profissional, é generoso pacas! Aprendi muito. Também vi a entrevista do Bolognese sobre o trabalho do roteiro. Olha, o Tela Brasil, é revolucionário, e mostra o significado de inclusão e acesso ao conhecimento. Obrigado, Obrigado, Obrigado. Parabéns a toda equipe do Tela Brasil.
    Abraços.

  • Portal Tela Brasil

    20/04/2010

    Olá, Ricardo!
    São comentários como o seu que nos motivam a construir um portal cada vez melhor!
    Ficamos contentes e honrados em saber que a inclusão que tanto pretendíamos vem sendo alcançada.
    Continue prestigiando, sua participação é fundamental! Comente também em nossas comunidades no Orkut, Facebook e principalmente no site EducaRede.
    Aliás, nós também conferimos seu trabalho na rede, e achamos seu blog bem bacana! Quem sabe no futuro não divulgamos em um post?
    Abraços,
    Aline Khoury

  • Portal Tela Brasil

    20/04/2010

    Querido Helcio,
    seu comentário nos alegrou muito! É extremamente gratificante e animador receber retornos assim. Isso nos motiva a incrementar cada vez mais o conteúdo.

    Esperamos que você continue com esse forte interesse em aprender mais sobre essa arte tão encantadora! E por falar em aprendizagem, já conferiu nosso “Fórmula do cinema”? É um vídeo feito com muito carinho que revela o “segredo” para se fazer um filme, explicando cada etapa e sua importância no resultado final. Está aqui no Canal Especiais, dentro de Notícias:
    http://www.telabr.com.br/noticias/2010/02/22/extra-extra-telabr-desvenda-formula-secreta/

    Continue acessando e principalmente comentando!
    Abraços,
    Aline Khoury

Envie seu comentário