Tela Brasil – O portal de formação e informação sobre o universo audiovisual » Blog Archive » Estreia “Brincante” um filme de Walter Carvalho, que mistura ficção e realidade

Estreia “Brincante” um filme de Walter Carvalho, que mistura ficção e realidade

Redação TelaBr - 04.12.2014

Nesta quinta (04) estreia o longa-metragem Brincante, de Walter Carvalho. O filme mergulha na obra do multiartista Antonio Nóbrega e traz uma história contada pelos personagens João Sidurino e Rosalina – das peças Brincante e Segundas Histórias, encenadas por Nóbrega e sua mulher, Rosane Almeida. A produção é considerada pelo diretor uma mistura de ficção e realidade, e embora a maioria das definições o considere um documentário, Carvalho não se sente desconfortável com o rótulo. “Nós que fizemos o filme estamos aceitando a identificação como documentário, embora este conceito não abrace completamente o filme”.

O espetáculo Brincante estreou em 1992 e desde então a ideia de se transformar o espetáculo em um longa-metragem já era manifestada por vários cineastas, conta Nóbrega, que só começou a considerar de fato, a ideia de um filme “de uns tempos pra cá”.  Brincante apresenta a trajetória de um artista que mistura a dança, a música e o teatro para se referenciar no imaginário cultural popular brasileiro. De acordo com Nóbrega, este é o quarto trabalho que realiza com Walter Carvalho. Fazer o filme sobre o assunto também era algo antigo, que devido à intimidade e entrosamento com o cineasta, foi possível realizar com ele. “Eu me considero privilegiado por ter acesso ao Nóbrega, a uma pessoa com a generosidade dele, tanto como indivíduo quanto como artista”, conta Carvalho e completa: “levar isso para sala de cinema é uma maneira de eternizar, de colocar num do tempo ao qual você pode recorrer depois ad infinitum. O que a gente fez com o filme foi tentar harmonizar isso no formato audiovisual, e agora Brincante virou filme, o Antonio virou filme”.

Em julho de 2014 o tradicional espaço do Instituto Brincante, localizado na Vila Madalena, em são Paulo, foi comprado por uma construtora e estava ameaçado de ser despejado. Rapidamente surgiu o movimento #FicaBrincante nas redes sociais, para que o espaço continuasse funcionando no local. Em novembro deste ano saiu o primeiro resultado da audiência sobre a permanência do Instituto Brincante na sede, que determinou a permanência do Instituto apenas até o final de 2015; depois disso, segundo a página do movimento Fica Brincante no Facebook, duas casas de Antonio Nóbrega, localizadas ao lado do prédio atual serão reformadas para o início de um novo projeto, um Centro Cultural Brasileiro na Vila Madalena. “Como se pode tirar um espaço daqueles? Ao contrário, é preciso criar uma fortaleza em volta daquele espaço, para protegê-lo como um espaço sagrado, não pode ser ameaçado”, afirma Carvalho, que acredita na capacidade do filme de fortalecer o movimento a favor do espaço e da cultura.

Assista ao trailer:

Textos Relacionados

Comentários

Não há comentários no momento.

Envie seu comentário