Tela Brasil – O portal de formação e informação sobre o universo audiovisual » Blog Archive » “Território do Brincar” realiza conferência gratuita sobre o audiovisual na educação

“Território do Brincar” realiza conferência gratuita sobre o audiovisual na educação

Redação TelaBr - 05.12.2016

O Projeto Território de Brincar e o Instituto Alana correalizam na quarta (07.12) a última videoconferência da série Diálogos de Brincar. Com uma periodicidade mensal desde fevereiro deste ano, o projeto tem participações de especialistas e visa temas que tocam infância, educação e brincar.

A última videoconferência de 2016 será sobre o tema O audiovisual na educação, com Fernanda Heinz e Patrícia Durães e vai ser transmitida a partir de 19h. Para acompanhar, acesse aqui.

Para mais detalhes, entre em contato com o Território do Brincar.

 B_arco oferece curso de roteiristas neste sábado

Neste sábado (10.12), de 14h30 às 17h30, O  B_ARCO centro cultural oferece o curso Master Class – o roteirista de Séries de TV, com o roteirista David França Mendes.  A proposta da Master Class é apresentar a realidade do trabalho do roteirista de séries no Brasil, desde os aspectos técnicos e práticos do processo criativo até os aspectos profissionais e de carreira.

Alguns temas tratados: o roteirista como criador de uma série original e o roteirista como parte de uma equipe; o funcionamento de um writer’s room no contexto brasileiro; o que um roteirista-chefe espera da sua equipe; o que se espera de um roteirista-chefe; as relações entre roteirista e diretor e entre roteirista e produtor; o trabalho com canais de TV e com as produtoras; como entrar nesse mercado?; como permanecer nesse mercado?

Os interessados devem fazer uma inscrição e pagar a taxa de 160 reais. Os leitores do tela Brasil que se identificarem no ano da inscrição têm 10% de desconto no valor. É possível se inscrever até o dia 10 ou enquanto durarem as vagas.

Master class – O Roteirista de Séries de TV, com David França Mendes

Dia: sábado (10.12)
Horários:  14h30 às 17h30
Inscrições: até 10.12 (provavelmente serão estendidas até o dia do curso)
Valores: à vista R$160,00 (Leitores Tela Brasil possuem 10% de desconto)

Mostra sobre o Cinecittà, famoso complexo de estúdios, está em cartaz em São Paulo

Está em cartaz até o dia 31.12 na Caixa Econômica Cultural de Brasília a mostra Cinecittà – A Fábrica de Sonhos que traz 20 filmes que representam um recorte histórico das obras realizadas no famoso complexo de estúdios Cinecittà, localizado na periferia de Roma, entre os anos 1940 e 1980.

Clássicos como Era uma vez no Oeste, Belíssima, 1900, A doce vida e Roma, cidade aberta, entre outras obras-primas do cinema italiano, serão apresentados em versões digitais remasterizadas, o que proporciona ao espectador contemporâneo uma experiência estética inédita.

Sob curadoria de Amanda Bonam, a seleção das obras tem como objetivo evidenciar o cinema de estúdio e as escolhas de cada cineasta para as questões de cenário, iluminação e efeitos especiais nos mega estúdios italianos. Inaugurado pelo ditador Benito Mussolini em 1937 para difundir os ideais fascistas, Cinecittà tornou-se um pólo internacional, berço de milhares de filmes fundamentais para a história do cinema italiano e mundial.

Além de exibir os filmes, a mostra promove três debates, sempre às quinta-feiras, com diversos temas e convidados. No dia 1º de dezembro, o professor e pesquisador Hernani Heffner e a professora e especialista em cinema italiano Mariarosaria Fabris conversam sobre A fábrica de sonhos e o contexto italiano do pós-guerra; na quinta-feira seguinte (8), o tema Cinecittà, Ennio Morricone e a sonoridade italiana será debatido pelo pesquisador e diretor Simplício Neto e pelo músico Cadu Pereira, pianista de filme mudo e graduado em cinema; e no dia 15, o produtor Cavi Borges, fundador da Cavídeo, locadora especializada em filmes raros e de arte, debate A plástica e a direção de arte no cinema da Cinecittà com a cenógrafa Ana Paula Cardoso.

Histórico:

Invadida pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade do cinema foi completamente destruída. A Fábrica de Sonhos ou a Hollywood do Tévere – em alusão ao Rio Tibre, um dos mais importantes da Itália – foi reconstruída no pós-guerra e viveu seus dias de glória nos anos 1950 e1960. A capital italiana transformou-se na meca do cinema mundial e atraiu os principais diretores italianos e grandes produções estrangeiras.

Até a década de 1970, foram rodados mais de 3 mil filmes em Cinecittà. Devido à falta de investimentos, no início dos anos 1980, a Cinecittà Studios sobreviveu com a produção de programas televisivos. Em 1990, foi criada a estatal Cinecittà International, para gerir e manter os studios, projeto que durou apenas seis anos. Em 1998, foi privatizada.

Atualmente, Cinecittà ainda é um centro da indústria cinematográfica e televisiva europeias. Realiza grandes eventos e é aberta à visitação pública, com diversas atrações ligadas ao cinema, além de exposições com fotografias, cenários, figurinos e objetos de cena das grandes produções realizadas ao longo de quatro décadas de glória.

Caixa Econômica Cultural

Data: até 31.12

Endereço:  Av. Alm. Barroso, 25 – Centro

Para informações sobre a programação e outros detalhes, acesse aqui.

 

Comentários

Não há comentários no momento.

Envie seu comentário