Texto - Sala de Roteiro

Saiba Mais

ROTEIRISTA PRA TODA HORA


A participação do roteirista na realização de um filme começa, claro, na concepção da história. Uma ideia, um sentimento, uma reflexão, uma lembrança, uma epifania e uma nota no jornal são exemplos de fontes interessantes, de onde podem nascer belas histórias. Mas nem sempre um roteiro parte de uma ideia original do roteirista. Muitas vezes, esse start é trazido pelo diretor ou pelo produtor. Nesse caso, o roteirista desenvolve a ideia, oferecendo sua técnica de escrita e sua criatividade para transformá-la em dramaturgia.

Durante um período de tempo que pode variar, mas que geralmente é longo, o roteirista trabalha em diversas versões do roteiro. A cada revisão, são suprimidas cenas, diálogos são reescritos, alguns personagens saem, outros entram.

Habituamo-nos a enxergar a escrita como um processo solitário, em que o autor, no silêncio de um escritório, constrói sua obra-prima. O roteirista não faz literatura. O roteirista faz cinema. Por isso, trabalha em equipe.

Sua relação com o diretor do filme é importantíssima. Em alguns casos, visceral. Os dois precisam ser maduros e estar abertos para ouvir críticas e sugestões. Boas parcerias entre roteiristas e diretores costumam resultar em grandes filmes.

Atualmente, a participação dos roteiristas no processo de fazer um filme tem-se estendido bastante. Sua presença no set, durante as filmagens, pode ser preciosa para adaptar algumas falas, para garantir que o contexto e o tom de cada cena estejam de acordo com o roteiro. Ou não. Improviso dos atores ou imprevistos podem ser bem-vindos, desde que não comprometam o sentido da história.

Os roteiristas também participam da montagem, ajudando o montador a solucionar problemas de narrativa.

Um importante diretor de cinema disse, em uma entrevista na TV, que consulta seu roteirista até para atravessar a rua. Essa frase ilustra com humor e precisão a importância do roteirista para o diretor - na verdade, para toda a equipe que realiza um filme.


Texto: Henry Grazinoli
Consultoria de Conteúdo: Luiz Bolognesi